Abimael Cereda Junior agora é Geocracia

O geógrafo e jornalista Abimael Cereda Junior oficializa sua colaboração com a Geocracia Legaltech e vem agregar sua experiência profissional e acadêmica na estruturação do maior portal de Geoinformação do Brasil, bem como na regularização do país por meio de due diligences jurídicas rápidas e precisas.

Para Luiz Ugeda, Fundador e CEO da Geocracia, “a vinda de Cereda Junior, e de sua incrível trajetória de mais de 20 anos em consultorias, palestras e docência no setor privado e público, possibilita fortalecer o salto que estamos dando como Legaltech para usar Inteligência Geográfica e resolver desafios da comunidade jurídica, regulatória e de advocacy”. 

Para Cereda Junior, que assume como CIO (Chief Information Officer da Geocracia), “o convite e adesão é uma honra e um passo importantíssimo no que busco e labuto há anos: aplicar Inteligência Geográfica para promover, de fato, a Transformação Digital Territorial”.

Gostou desta notícia? Clique aqui e receba na hora pelo WhatsApp

Leia mais:

Geocracia e Aleve celebram parceria para oferecer soluções em gestão imobiliária

Luiz Ugeda no Infra Data: “Dados são uma nova frente do setor de infraestrutura”

Artigo: Por uma legislação da política de dados geoestatísticos

Cereda Junior entende que, com a Geocracia Legaltech, é possível trazer soluções para a transparência e eficiência nos processos jurídicos relacionados ao território, por meio das Notas Técnicas Geocracia.

“Na Geocracia, meu conhecimento em Inteligência Geográfica será aplicado no aprimoramento – e expansão – das due diligences, assegurando análises geográficas, legais e ambientais mais precisas e abrangentes. Como jornalista, meu compromisso será comunicar essas informações de forma clara, acessível e responsável, garantindo que o público compreenda a relevância e os efeitos práticos da Geoinformação em seu cotidiano e nas decisões políticas que afetam o ambiente e a sociedade”, diz Cereda Junior.

O que é a Due Diligence Express

As Due Diligences Express são avaliações imobiliárias detalhadas que envolvem dados geográficos, legais e ambientais de determinada área, fundamentais para tomadas de decisão informadas.

Não exclusivo dos escritórios de advocacia, podendo ser utilizado por outros segmentos, ele contribui para: 

  1. acelerar e fortalecer o processo decisório na compra e venda imobiliária de imóveis rurais, incluindo as demandas atuais do agronegócio; 
  2. na identificação de potenciais riscos e oportunidades em obras públicas e privadas; 
  3. no planejamento de projetos lineares; 
  4. no cumprimento de regulamentações ambientais e de compliance; e
  5. na avaliação de impactos sociais, econômicos e culturais.

O interessado em analisar determinada área envia à Geocracia os limites da área a ser analisada sob a ótica jurídica e regulatória e, obtém em poucos dias, uma Nota Técnica baseada em mais de 300 camadas federais, utilizando dados públicos oficiais de setores de alta complexidade, como Ambiental, Fundiário, Minas e Energia, Infraestrutura e Político.

Uma Nota Técnica Geocracia contribui para haver um efetivo controle de investimentos, uma vez que reduz custos na análise de várias inspeções, consultas e avaliações externas, bem como traz agilidade e precisão ao permitir que seu projeto continue em movimento.

Abimael fala sobre a Due Diligence Express

“Venho me aproximando de discussões territoriais em contextos legais com iniciativas como o SAI ITMA na América Latina, Caribe e África, aplicação de Geotecnologias no Controle Governamental e uso da INTELIGEO na luta contra a corrupção. Ao encontrar os conceitos, práticas e cases desenvolvidos pela Geocracia em Due Diligence, tive a certeza de que temos mais que um produto inovador em mãos: iremos levar segurança jurídica e regulatória às atividades territoriais brasileiras e latino-americanas.

A Due Diligence Express como metodologia, algoritmo e mais de 300 camadas (layers) federais de informação da Geocracia, apresenta-se ao mercado como uma solução ready-to-use por meio de Notas Técnicas, com devidas chancelas  de profissionais de grande reputação setorial do Território (com registro CREA) e do Direito (OAB), ou seja: mais que mapas e relatórios, entrega segurança jurídica, transparência e agilidade nos processos de regularização fundiária e ambiental.

Minha experiência adquirida em contextos acadêmicos e profissionais, com passagens pelas maiores universidades e empresas, reforçou minha compreensão sobre a complexidade das questões territoriais e a necessidade de abordagens multidisciplinares para resolvê-las, como a natural integração entre o Direito e a Geografia.

Assim, na Geocracia, temos grande responsabilidade como startup, e sua inserção no ecossistema de #legaltechs, na promoção do uso responsável e sustentável do território, reafirmando meu compromisso com o avanço da Inteligência Geográfica sendo compreendida e aplicada, de fato, como Infraestrutura para o desenvolvimento social, econômico e ambiental.”

Novidades

Abimael Cereda Junior também traz alguns spoilers da Geocracia 2024. “O novo site já está pronto e, em breve, traremos grandes novidades, não só com um novo layout, mas áreas, entrevistas e reportagens exclusivas. Por isto, já adicione a Geocracia em seus favoritos e nos siga nas redes sociais!”.

Siga a Geocracia no LinkedIn

Siga o grupo de notícias do WhatsApp

Veja também

Geo e Legislação

Plataforma GeoFarroupilha é lançada pela prefeitura

A prefeitura de Farroupilha lançou o Portal de Informações Geográficas (GeoFarroupilha). A ferramenta se mostrou fundamental nas discussões sobre a cidade, em especial na revisão do novo Plano Diretor Municipal, auxiliando no planejamento territorial e no apoio à tomada de decisão. A versão experimental do portal estará acessível ao público

Não perca as notícias de geoinformação