Alice, da Embrapa, tem maior acesso (42%) a partir dos EUA

Imagem: Embrapa (reprodução)

Quarto maior arquivo de informações científicas do país, com quase 25 milhões de downloads desde a sua criação, o Alice (Acesso Livre à Informação Científica da Embrapa) completa 10 anos e tem seu maior número de acessos a partir dos Estados Unidos (10,3 milhões de arquivos baixados ou 42% do total). Em segundo lugar, aparecem usuários no Brasil, com 7,5 milhões de downloads (30,5%). Segundo a Embrapa, as publicações disponibilizadas no Alice despertam o interesse, sobretudo, de acadêmicos e cientistas, e há muitos acessos a partir de países como Alemanha, China, Rússia, França e Reino Unido.

Já o repositório de publicações Infoteca-e (Informação Tecnológica em Agricultura), mais voltado para conteúdos práticos do dia a dia do produtor rural, já permitiu mais de 35 milhões de downloads em 10 anos, a maioria do Brasil (41,7%), mas os EUA vêm logo atrás com 39,5%.

Leia mais aqui.

Veja também

Não perca as notícias de geoinformação