App combina smartphones e satélites para aprimorar previsão do tempo

Previsão do tempo
Camaliot vai distribuir prêmios para estimular participação.

A Agência Espacial Europeia (ESA) está financiando o desenvolvimento do Camaliot, um aplicativo para smartphones Android que pretende aprimorar a qualidade da previsão do tempo e do clima. O segredo desse app desenvolvido pela ETH Zurich é que ele combina informações coletadas normalmente pelos satélites com dados enviados pelos próprios celulares, o que permitirá aumentar o conhecimento sobre a atmosfera.

Compatível apenas com dispositivos Android 7 ou superiores (pode ser baixado aqui na Google Play), o Camaliot cruza dados de diversos satélites que possuem trajetórias fixas ao redor da Terra. O usuário autoriza o envio de dados para os satélites e o smartphone registra o momento e o local em que os sinais são trocados, gravando informações sobre o modelo do aparelho, intensidade do sinal e distância do satélite até o celular.

Como a umidade do ar e as condições atmosféricas afetam diretamente a velocidade de deslocamento dos sinais, o app consegue reconhecer se o clima está seco ou chuvoso, por exemplo. Os cientistas, então, os comparam os dados com os das estações meteorológicas, combinando os resultados por meio de machine learning para gerar novos modelos de previsão do tempo mais inteligentes e precisos.

Leia também:

Caso a estratégia de usar os smartphones seja bem-sucedida, poderá ser expandida a outros dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que possuam as conexões necessárias para coleta dos dados utilizados.

Segundo a equipe responsável pelo Camaliot, a inspiração para o projeto veio do SETI@Home, um programa que, há anos, usa sinais dos dispositivos dos participantes para buscar sinais de vida extraterrestre.

Distribuição de prêmios

A utilização do Camaliot é simples. Uma vez instalado, o usuário precisa abrir o aplicativo em uma área com vista direta para o céu. A partir daí, seleciona a opção “Start Logging”, iniciando o rastreamento de diversos parâmetros utilizados na previsão do tempo. Durante esse período, o celular precisa ficar imóvel. Após o término da sessão de coleta, é preciso clicar em “upload” e enviar os dados para o servidor do Camaliot.

A desenvolvedora afirma que dados como nome de usuário, senha e endereço de email são registrados nos servidores online apenas para fins de autenticação, não sendo utilizados em publicações ou pesquisas. Para estimular as pessoas a participarem, o Camaliot vai distribuir, até 30 de junho, prêmios na forma de vouchers da Amazon e sortear aparelhos telefônicos de dupla frequência. O app possui até uma página com o ranking dos usuários que mais enviam parãmetros.

Fonte: Mundo Conectado

Veja também

Geo e Legislação

Edmilson Volpi: Mapas de Piri Reis, harmonia entre arte e ciência

O poder marítimo turco começou a aumentar durante o reinado do Sultão Otomano Mehmed II, também conhecido como Mehmed, o Conquistador. Com seus esforços, o poder veneziano nos mares foi interrompido, deixando um vácuo substituído pelas marinhas espanhola e portuguesa. Oruç Reis e Hizir Hayreddin Reis, conhecidos como os “irmãos

Agro e Ambiental

Nova lei incentiva ações de recuperação e proteção de nascentes

O Governo Federal publicou a Lei 14.653, que prevê regras para intervenção e implantação de instalações necessárias à recuperação e proteção de nascentes. A medida altera duas legislações ambientais: o Código Florestal e a Política Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais. A nova legislação inclui na lista de atividades eventuais ou de baixo

Não perca as notícias de geoinformação