Brasil lançará nanossatélite 100% produzido por indústria nacional

Imagem: Visiona Tecnologia Espacial – reprodução

Uma parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), o Instituto Senai de Inovação e a empresa Visiona Tecnologia Espacial (joint-venture entre a Telebras e a Embraer) vai lançar, no início de 2022, o primeiro satélite 100% produzido pela indústria nacional – o Amazonia-1, que já está em órbita, foi totalmente desenvolvido no Brasil, mas possui componentes fabricados no exterior.

Pesando 10 kg e com volume um pouco maior que uma caixa de sapatos, o nanossatélite permite o desenvolvimento e a validação de tecnologias espaciais, como sistemas de navegação, de supervisão de bordo e de rádio definido por software, considerados hoje as principais lacunas tecnológicas da indústria espacial brasileira. Além de avanços para os setores de defesa e espacial, a tecnologia será capaz de produzir informações que orientem o direcionamento de políticas públicas em diversas áreas e a tomada de decisão estratégicas em negócios ligados à conectividade, como cidades inteligentes, monitoramento da agropecuária e prevenção de tragédias naturais, como enchentes e deslizamentos.

Leia mais aqui.

Veja também

Entrevistas e Artigos

Regularização fundiária vai além do título de propriedade

A regularização fundiária em áreas de proteção ambiental é um tema complexo e desafiador no Brasil. Isso se deve, em grande parte, à falta de informações precisas sobre a titularidade da terra nessas áreas, bem como às questões ambientais envolvidas. Além disso, muitas vezes há conflitos entre os interesses dos

Infra e Cidades

Falta do Censo atrapalha distribuição de vacinas

A ausência de estimativas populacionais mais precisas está provocando divergências nas quantidades de doses de vacinas contra a covid-19 distribuídas aos municípios brasileiros. Como o critério de distribuição das doses mudou – antes, era por grupo prioritário e, agora, por faixa etária –, os cálculos, que se baseiam na contagem

Não perca as notícias de geoinformação