Bueiros cartográficos: cuidado para não pisar no mapa

Planta da parte velha de Oldenburg, na Alemanha, entalhada bem debaixo dos pés de quem visita a cidade (Wikimedia Commons).

Edmilson Volpi*

A maioria de nós ignora as tampas de bueiros enquanto caminha pelas cidades. As entradas para os poços de inspeção do sistema de gás, luz, água e esgoto são geralmente vistos como uma coisa banal e funcional, fornecendo acesso aos serviços que operam por baixo do solo. Algumas cidades, no entanto, decidiram que essas peças podem servir como mais do que simples portas. No Japão, por exemplo, muitas cidades se orgulham de criar decorações nesses objetos funcionais.

Outras cidades, porém, deram um passo além e as passaram a utilizá-las como cartografia. Oldenburg, na Alemanha (acima); Seattle, nos EUA, e Chandigarh, na Índia, projetaram ali mapas de suas respectivas cidades. Essas tampas de bueiros cartográficas, que inspiraram uma matéria especial na Geography Realm, contêm mapas de ruas da cidade, geralmente com rebites de aço como marcadores do tipo “você está aqui”.

Leia também:

Seattle, Washington

Em 1977, a cidade Seattle, no noroeste dos Estados Unidos, encomendou 19 tampas personalizadas, que foram colocadas em esquinas próximas a marcos históricos. Os bueiros com mapa foram projetados pela designer Anne Knight, que se inspirou no “padrão de rua graficamente interessante” de Seattle.

Em Seattle (EUA), os mapas foram desenhados por uma famosa designer local (Wikimedia Commons).

Chandigarh, India

A planejada cidade Indiana de Chandigarh, na década de 1950, já incluía tampas de bueiro de ferro fundido com a planta original da cidade. Concebidas pelo famoso arquiteto suíço Le Corbuiser e seu primo Pierre Jeanneret, elas são hoje um item cobiçado por colecionadores. Muitas delas acabaram sendo retiradas da cidade e vendidas em leilões e casas de arte.

Berlim, Alemanha

Esta tampa em Berlim, capital da Alemanha, não contém um mapa, mas orienta o transeunte sobre as direções dos pontos de referência da cidade.

Edmilson Volpi traz uma pequena coleção de mapas entalhados em bueiros.
Peça mostra a direção de pontos de interesse na cidade de Berlim (Wikimedia Commons)

Leia o artigo no original no GeographyRealm e a tradução, no Curiosidades Cartográficas.

* Edmilson M. Volpi é engenheiro Cartógrafo e editor da página Curiosidades Cartográficas no Facebook Instagram

Veja também

Não perca as notícias de geoinformação