Com capacidade inédita, Star One D2 da Embratel é lançado com sucesso

Imagem: Embratel – divulgação

Após um lançamento bem sucedido no Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa, o Star One D2, novo satélite da Embratel, já está em órbita há alguns dias. O equipamento passará agora por uma fase de comissionamento e ajustes à órbita definitiva até poder entrar em funcionamento, o que está previsto para outubro. Com potência de 19,3 kw, o novo satélite possui uma capacidade sem precedentes e está equipado com 28 transponders (receptores e transmissores de sinais) em banda C e 24 em banda Ku, além de payloads em banda Ka e banda X.

A Banda Ka disponibilizará backhaul de telefonia celular, ampliando as ofertas de Internet e Banda Larga empresarial em grande parte do território brasileiro, permitindo aplicações corporativas com transmissão de dados de alta qualidade. Já as Bandas C e Ku complementarão as ofertas de dados, vídeo e Internet de alta velocidade para órgãos de Governo e grandes empresas que atuam nas Américas do Sul e Central. A Banda Ku também poderá ser usada para migrar sinais de TVRO, atualmente transmitidos em Banda C, de modo a atender essa condição prevista na futura implementação do 5G no Brasil. 

Leia mais aqui.

Veja também

Geo e Legislação

IBGE promove webinar sobre geoinformação colaborativa na AL

Reunindo especialistas e pesquisadores na área de cartografia participativa e VGI (Volunteered Geographic Information, em inglês) de todo o continente, o IBGE realizou no início de dezembro o seminário on-line Iniciativas de Geoinformação Colaborativa na América Latina – Experiência na Produção de Dados Espaciais. O evento foi organizado pelo Hub Regional

Não perca as notícias de geoinformação