Conheça Paleo-Mapas, ferramenta de cartografia que nos leva ao passado

Por muitos anos, temos utilizado mapas geográficos e imagens de satélite para nos deslocarmos e explorarmos nosso planeta. Desde os conhecidos Google Maps e Google Earth até diversas outras plataformas de cartografia, a internet nos oferece a possibilidade de explorar a geografia atual do mundo através de computadores e smartphones.

Mas e se também pudéssemos viajar na cartografia do passado da Terra? E se pudéssemos descobrir como nosso planeta era há dezenas e centenas de milhões de anos? Um projeto chamado Paleo-Maps nos permite fazer exatamente isso, revelando como a Terra mudou ao longo das eras geológicas.

Clique aqui e receba notícias na hora pelo WhatsApp

Leia mais:

Obra “Direito Administrativo Geográfico” é disponibilizada de forma online e gratuita

Obra “Curso de direito da energia” é disponibilizada online e gratuita

Todo o acervo da revista National Geographic com acesso gratuito

O PALEOMAPA, também conhecido como PaleoAtlas II, é uma obra disponível gratuitamente na internet que nos possibilita visualizar e explorar 91 mapas paleogeográficos que abrangem desde o início do Fanerozóico (éon que começou há cerca de 542 milhões de anos) até o final do Neoproterozóico. Através de um menu suspenso na parte superior do site, você pode escolher o período geológico que mais lhe interessa e ver como nosso planeta se transformou ao longo de um intervalo que abarca 750 milhões de anos até os dias atuais.

Convide a si mesmo para explorar o Paleo-Mapas e descobrir como a Terra se apresentava há centenas de milhões de anos atrás. Acesse a página do Paleo-Mapas e embarque nessa viagem à história do nosso planeta.

Veja também

Geo e Legislação

Parceria entre AEB e PNUD põe Brasil na órbita do ‘New Space’

Os responsáveis pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) consideram que a parceria firmada com a Agência Espacial Brasileira (AEB) permitirá estabelecer no Brasil o chamado New Space, caracterizado pela maior participação da iniciativa privada nacional e estrangeira no setor aeroespacial. O acordo com o PNUD prevê treinar o

Não perca as notícias de geoinformação