Cuba proíbe divulgação de mapas e imagens de satélite

Cayo Piedra
Cuba
Imagem do Google Maps mostra uma das casas de Cayo Piedra, a ilha particular do ex-ditador Fidel Castro.

A imagem desta semana é de Cayo Piedra, a famosa ilha privada do ex-ditador de Cuba, Fidel Castro, ao sul da Baía dos Porcos, onde ele recebia convidados ilustres e amigos mais chegados. Segundo informa a Revista Crusoé, na semana passada, o país baixou uma nova lei que passa a considerar mapas, planos topográficos, cartas náuticas, fotos e imagens obtidas por “meios aéreos ou pelo espaço ultraterrestre” como documentos confidenciais e de circulação limitada. O material só poderá ser divulgado com autorização do governo.

O objetivo da nova determinação é “evitar danos ou riscos no âmbito político, militar, econômico, científico, cultural, social ou outra esfera determinada”. Na prática, porém, é mais uma volta do parafuso da forte censura imposta pela ditadura cubana.

Leia também:

Ouvido pela reportagem da Crusoé, o pesquisador cubano Luis Domínguez, que vive nos Estados Unidos, considera que a nova regra será um obstáculo ao seu trabalho. Usando o Google Earth e outras plataformas, Domínguez já obteve imagens de satélite mostrando não só a ilha de Fidel, mas mansões de outros líderes do regime, como o irmão e ex-ditador Raúl Castro e o atual, Miguel Díaz-Cañel.

Fonte: Crusoé.

Veja também

Geo e Legislação

Evento dia 28/04 debate papel da geoinformação nos órgãos de controle

Na próxima quarta-feira (28), às 15 horas, Fábio Lima Sampaio, coordenador de Cartografia e Geoprocessamento da SEI/Seplan Bahia; Morgana Bellazzi, presidente do Núcleo de Compliance do TCE/BA, e o advogado e geógrafo Luiz Ugeda, CEO da Geodireito e presidente da Comissão de Geodireito da OAB/SP, contam como as ferramentas Geo

Geo e Legislação

Edmilson Volpi: Placa de Saint-Bélec, um dos mais antigos mapas da Europa

O destino fez das suas em relação à placa de Saint-Bélec, descoberta em 1900, pelo arqueólogo Paul du Châtellier, em um cemitério da Bretanha. Ela estava enterrada em um túmulo junto com um suposto chefe tribal que viveu na Idade do Bronze, há cerca de 4 mil anos. O irônico

Não perca as notícias de geoinformação