IBGE atualiza lista de subdivisões municipais

DTB do IBGE
Alguns dos distritos de Barra do Piraí (RJ), conforme tabela de subdivisões municipais do IBGE: Ipiabas (cód. 330030815), São José do Turvo (cód. 330030820), Dorândia (cód. 330030810) e Vargem Alegre (cód. 330030825) – imagem: OpenStreetMap.

O IBGE atualizou, nesta terça-feira (22), a lista de subdivisões municipais do país para 2021. Em relação ao ano anterior, houve o acréscimo de 18 distritos, todos em municípios de Minas Gerais. As tabelas com todos os dados podem ser acessados no Portal do IBGE.

A Divisão Territorial Brasileira (DTB) de 2021 mantém o país com 5.568 municípios mais um Distrito Federal (Brasília) e um Distrito Estadual em Pernambuco (Fernando de Noronha) – a mesma configuração desde 2013. Já as divisões intramunicipais passaram por mudanças maiores. Em 2021, eram 10.649 distritos municipais contra 10.631, em 2020. O número de subdistritos se mantém: 683.

Esses 18 novos distritos de Minas Gerais surgem, sobretudo, nos municípios de Governador Valadares (quatro), Miraí (dois) e Conceição do Mato Dentro (dois), conforme tabela abaixo.

Imagem: IBGE (reprodução)

Leia também:

DTB é base para várias pesquisas do IBGE

Como parte de sua missão institucional e viabilizar pesquisas, Censos e a Divulgação de Dados estatísticos, o IBGE efetua o cadastro dos eventos ocorridos na DTB, aprimorando o conhecimento do território do País, estruturando estudos geocientíficos e atualizando sua Base Territorial.

A DTB detalha a estrutura territorial do país, enumerando as Macrorregiões, Unidades da Federação, Mesorregiões, Microrregiões e Municípios, além de suas subdivisões internas, distritos e subdistritos ou regiões administrativas. O IBGE sistematiza todas essas informações, monitorando eventuais alterações na Divisão Político-Administrativa por meio de atualizações anuais.

Fonte: Agência de Notícias IBGE

Veja também

Geo e Legislação

Google e Apple limitam Maps em Israel. GPS bloqueado no norte

Desde a último dia 24, Google e a Apple desabilitaram a funcionalidade informativa em suas plataformas de navegação e mapeamento, incluindo o Google Maps, Waze e Apple Maps, nos territórios de Israel e na Faixa de Gaza, que atualmente está sob controle da comunidade palestina. Usuários de todo o mundo

Não perca as notícias de geoinformação