Imagens de satélite fundamentam multa por desmatamento em SP

imagens de satélite
Polícia Militar Ambiental flagrou o proprietário após receber imagens de satélite – foto: PM Ambiental de São Paulo

O dono de um sítio em Nova Guataporanga, no extremo oeste de São Paulo, quase divisa com Mato Grosso do Sul, foi multado, na semana passada, após a Polícia Militar Ambiental de São Paulo ter flagrado o sitiante destruindo a vegetação nativa de uma área de preservação com uma retroescavadeira.

Os policiais foram enviados ao local graças a imagens de satélite disponibilizadas pela Seção de Monitoramento e Geoprocessamento da PM Ambiental.

Leia também:

Imagens de satélite foram fundamentais para flagrar desmatamento – foto: Polícia Militar Ambiental de São Paulo.

A área desmatada ilegalmente tinha pouco mais de 1 hectare e o proprietário recebeu um auto de infração ambiental no valor de R$ 5.573,70, com base no artigo 49 da Resolução Sima 05/2021 50.

Fonte: Band Multi

Veja também

Entrevistas e Artigos

Dep. Gustavo Fruet: “Marco Regulatório das Cidades Inteligentes vai além da tecnologia”

A Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados aprovou recentemente o substitutivo do Projeto de Lei 976/21, que institui o marco regulatório da implantação das cidades inteligentes. O texto contém os princípios, diretrizes e objetivos da Política Nacional de Cidades Inteligentes (PNCI), conceituando-a como o espaço urbano orientado para

Plataforma geotecnológica de São Paulo foi suspensa, entenda

O Sistema de Monitoramento e Gestão Operacional (SMGO), iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo para a modernização do sistema de Transporte Público, encontra-se no centro de controvérsias e debates há anos. Apresentado como um marco nos novos contratos de concessão, o SMGO vem prometendo otimizar o controle e monitoramento

Não perca as notícias de geoinformação