Missões espaciais já podem ter certificado de sustentabilidade

Imagem: SpaceX – Pixabay

Já está disponível, em caráter voluntário, a primeira SSR (em inglês, Classificação de Sustentabilidade Espacial) com o objetivo de reduzir os riscos de colisões, a geração de detritos e garantir que as missões espaciais, cada vez mais frequentes, sejam gerenciadas de forma segura e sustentável. Desenvolvida nos últimos dois anos pelo Fórum Econômico Mundial, Agência Espacial Europeia, Grupo de Pesquisa Habilitada pelo Espaço do Laboratório de Mídia do MIT, BryceTech e Universidade do Texas em Austin, a SSR será entregue a operadores de espaçonaves, provedores de serviços de lançamento e fabricantes de satélites capazes de garantir e compartilhar um dos quatro níveis da certificação. Seus criadores chamam a atenção para o aumento da dependência da humanidade por satélites de todos os tipos e alertam que a infraestrutura espacial deve aumentar drasticamente com o lançamento de grandes constelações de pequenos equipamentos projetados para aumentar o acesso global à Internet.

Leia mais aqui.

Post Author: Geocracia