Moçambique aprova planos de ordenamento territorial

Imagem: domínio público

Por unanimidade, a Assembleia da República de Moçambique aprovou na semana passada três projetos de ordenamento do território. Os objetivos do Plano de Desenvolvimento Territorial, do Plano Especial do Ordenamento do Território do Vale do Zambeze e do Plano Especial do Ordenamento do Território da Ilha de Kanyaka e de uma Parcela do Distrito de Matutuíne são evitar a marginalização de espaços e garantir o uso sustentável dos recursos naturais do país.

Leia também:

“Os instrumentos constituem medidas de prevenção de riscos de marginalização e uso desequilibrado e insustentável do território e dos seus recursos, colocando em causa o desenvolvimento socioeconômico nacional”, explica nota do Ministério da Terra e Ambiente moçambicano.

De âmbito nacional, o Plano de Desenvolvimento Territorial estabelece normas gerais e prioridades para orientar o uso do espaço nacional, prevenindo potenciais efeitos negativos da exploração dos seus recursos naturais.

Os outros dois documentos limitam-se ao Vale do Zambeze, no centro de Moçambique, e à Ilha de Kanyaka e parte do distrito de Matutuíne, no sul do país.

Fonte: Sapo.pt

Veja também

Geo e Legislação

Marcos Pontes: “Brasil não pode ficar fora da corrida espacial”

Abrindo o webinar Estruturas para Viabilização Financeira do Setor Espacial, semana passada, o ministro da  Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, afirmou que a área espacial tem tido enormes avanços em muitos países e o Brasil não pode ficar fora dessa corrida: “Precisamos de um programa espacial forte”, afirmou

Não perca as notícias de geoinformação