O georreferenciamento da segregação religiosa

Geocodificação dos terreiros em Natal (imagem: Geodireito)

Em artigo para o site Jota, o presidente da Comissão Especial de Geodireito da OAB/SP, advogado e geógrafo Luiz Ugeda, e a advogada, mestra e doutoranda em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Paula Gomes de Magalhães abordam o uso da recente metodologia geojurídica para identificar a segregação espacial das religiões – no caso específico, analisando a geolocalização dos terreiros de umbanda e camdomblé da Grande Natal – RN.

Leia o artigo aqui.

Veja também

Geo e Legislação

Juristas destacam pontos relevantes da futura Política de Ordenamento Territorial

Na semana passada, o Governo Federal instituiu o Grupo de Trabalho Interministerial que vai elaborar a proposta da Política Nacional de Ordenamento Territorial (PNOT). Coordenado pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), este projeto tem como objetivo a implementação de um uso e ocupação territorial mais racional e

Não perca as notícias de geoinformação