Portugal pretende tornar-se player relevante do setor aeroespacial

Imagem: Rawpixel.com – Freepik

Na próxima década, Portugal quer ganhar relevância no cenário espacial europeu para, entre outros objetivos, criar uma indústria de nanosatélites. Em reportagem especial do site Sapo.pt, a Agência Espacial Portuguesa revela os planos para conjugar esforços das empresas geoespaciais do país e aproveitar a explosão da demanda mundial por informações georreferenciadas.

Leia a reportagem aqui.

Veja também

Não perca as notícias de geoinformação