Produtores de dados passam a contribuir na plataforma do PronaSolos

Imagem: PronaSolos (reprodução)

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou na semana passada o segundo módulo da plataforma do Programa Nacional de Solos – PronaSolos. Ele traz uma ferramenta interativa aberta ao público que permite a produtores de dados de solos no Brasil contribuir e usufruir dos serviços e tecnologias do PronaSolos.

Assim, a partir de agora, além de integrar os dados de referência, temáticos e cadastrais produzidos por instituições como Embrapa, CPRM, IBGE, OEPAS, universidades e Mapa, a plataforma passa também a trazer conteúdo de instituições públicas de ensino, pesquisa e extensão rural e da própria iniciativa privada.

Para a coordenadora do Comitê Executivo do PronaSolos, Maria de Lourdes Brefin, a nova fase é fundamental para a consolidação da governança da plataforma, conectando os agentes locais, regionais e federais sobre um dos recursos naturais mais importantes para a humanidade, base para a garantia da segurança alimentar e preservação da biodiversidade.

Leia também:

Foram ainda implementadas novas funcionalidades em forma de widgets, como busca por SQL (consulta seletiva alfanumérica por perfis), consulta avançada (a partir de operadores geoespaciais), layer list, permitindo visualizar os metadados antes de decidir pelo download, e impressão da pesquisa realizada. Com isso, foi gerado o Catálogo de Referência de Dados de Solos e formada a comunidade PronaSolos, composta pelos perfis de acesso: Comitê Estratégico, Comitê Executivo, Curadoria, Administrador Regional e Colaborador-Pesquisador.

O coordenador de TI da Fundação de Apoio à Universidade Federal de Lavras, Marcio Santana, ressalta que a plataforma permite utilizar o solo como base para o Planejamento Estratégico Nacional: “O solo é principal patrimônio do produtor rural e por meio do solo, sobre o solo ou dentro do solo é que se cultiva tudo o que se consome em termos de agropecuária”.

Fonte: Mapa

Veja também

Geo e Legislação

Edmilson Volpi: A Galeria de Mapas do Vaticano

A pandemia foi um duro golpe no turismo mundial, impedindo que milhões de pessoas visitem locais de interesse por todo o planeta. Uma boa hora, então, para um passeio virtual por um dos espaços mais interessantes para a história da cartografia, conforme propõe Gonzalo Prieto em reportagem para o Geografia

Não perca as notícias de geoinformação