Projeto de transposição Amazonas – São Francisco ainda pulsa e preocupa

Imagem: Carlos E. Ribeiro Jr./InfoSãoFrancisco 

Em artigo para o site Info São Francisco, o jornalista e professor de Geocomunicações Antônio Laranjeira e o criador do site, Carlos Eduardo Ribeiro Jr. avaliam uma das mais antigas ideias em debate na Câmara: a transposição das águas da bacia do Amazonas para a do São Francisco, inspirada na Lei 5.917, de 1973. Caso seja aprovada, criaria um canal de quase 1.400 km de extensão cortando os estados do Pará, Maranhão, Piauí e Bahia – um dos maiores desvios fluviais da história.

Na opinião dos autores, além de ultrapassada, a proposta, agora traduzida no Projeto de Lei nº 5421/2020, de autoria do deputado Gonzaga Patriota, representaria uma ameaça ambiental, pois a conexão de dois biomas pode provocar o intercâmbio indesejado de diversos tipos de vida animal e vegetal presentes nos dois rios e seus afluentes.

Leia também:

Lembrando situações recentes, como a transposição do São Francisco, que acabou saindo muito mais cara que o orçamento previsto, eles também alertam para os custos de uma obra dessa dimensão, remanescente do período dos mega projetos de engenharia.

Atualmente, o PL 5421/20 encontra-se em tramitação na Comissão de Viação e Transportes da Câmara, onde não recebeu nenhuma emenda. Se for aprovado ali e nas comissões de Constituição e Justiça e de Cidadania, vai a Plenário.

Leia o artigo completo aqui.

Post Author: Geocracia