Registros irregulares no CAR sobem 56% de 2018 a 2020

Imagem: Nicole Köhler – Pixabay

Segundo levantamento do Instituto Socioambiental (ISA), entre 2018 e 2020, o número de terras dentro de estações ecológicas, parques, reservas indígenas registradas no Cadastro Ambiental Rural (CAR) cresceu 56%. A situação reflete o crescimento da grilagem no país. Como o CAR é autodeclaratório e os órgãos estaduais responsáveis pela análise dos registros sofrem com pouco orçamento, grileiros invadem e desmatam áreas protegidas, fazem o registro e se aproveitam do atraso da validação do documento para vender as terras com um ar de legalidade.

Leia mais aqui.

Post Author: Geocracia