Rondônia lança GeoPortal, plataforma de compartilhamento de geoinformações estaduais

Buscando oferecer uma visão abrangente com informações geoespaciais das condições ambientais, áreas de preservação, monitoramento de desmatamento entre outros dados relevantes à biodiversidade, o Governo do Estado de Rondônia, lançou na última semana, a plataforma web Geoportal. Desenvolvida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam, através da Coordenadoria de Geociências – Cogeo, a ferramenta representa um marco significativo no que diz respeito ao acesso e compreensão das questões ambientais no Estado. Durante o lançamento, os especialistas responsáveis por desenvolver a GeoPortal realizaram uma demonstração apresentando suas funcionalidades e explicando sua importância para a preservação ambiental. 

A plataforma GeoPortal permite o acesso, visualização, análise e compartilhamento de informações e dados geoespaciais, além de fornecer em tempo real dados e informações geoespaciais que impactam diretamente no planejamento de operações de fiscalização, monitoramento, proteção e conservação ambiental. Os recursos disponíveis aos usuários possibilitam a pesquisa de dados geoespaciais com base em critérios como localização geográfica, tipo de dados e data, visualização de mapas que exibem informações geográficas de diferentes maneiras, como imagens de satélite, mapas topográficos, de hidrologia, ferramentas que possibilitam análise espacial, planejamento, monitoramento e gestão ambiental, download de dados para uso posterior em um sistema de informações geográficas ou análises personalizadas.

Gostou desta notícia? Clique aqui e receba na hora pelo WhatsApp

Leia mais:

Governo de Rondônia e Exército desenvolverão a Base Cartográfica do Estado
Geo Rondônia georreferencia 15 mil lotes e glebas de assentamentos
TCE-RO é o 1º tribunal a aderir à INDE

Para o Governador de Rondônia, Marcos Rocha, a facilidade de acesso ao Geoportal garante ainda mais transparência para ações do Governo, o cidadão poderá acompanhar as informações cadastradas em seu banco de dados. “Hoje o Estado de Rondônia está em primeiro lugar em transparência dos dados públicos e com esse portal estamos caminhando para consolidar ainda mais esta marca. A importância do Geoportal está na sua capacidade de oferecer acesso público a informações precisas e atualizadas, para servidores dos órgãos públicos, pesquisadores e profissionais da iniciativa privada envolvidos na gestão ambiental, mas também capacita o público em geral, permitindo que tome decisões sobre questões que impactam diretamente no ambiente que vivem”, ressaltou.

O secretário da Sedam, Marco Antonio Lagos, pontuou que para dar celeridade à criação do Geoportal a pasta atendeu ao pedido da Cogeo e disponibilizou dois programadores exclusivos para desenvolvimento da plataforma. “O Geoportal foi desenvolvido pelos servidores da Sedam, o código fonte e todos os dados são da casa e a plataforma utiliza imagens de satélites para compilar as informações e deixar acessível para os usuários, tornando-se um portal de fácil acesso. A transparência é aliada de todos e esses dados são importantes na fiscalização, mas também no licenciamento e nas tomadas de decisões”, destacou.     

De acordo com o coordenador da Cogeo, Guilherme Vilela, o Geoportal é uma plataforma que fornece acesso a informações geoespaciais e serviços geográficos associados à exibição, edição e análise. É uma porta de entrada para mapas, imagens de satélite, fotos aéreas e camadas de dados, bem como de outras informações relacionadas à geolocalização. “O Geoportal fornece uma estrutura de dados e informações integrada em conjunto com os diversos órgãos produtores e consumidores de dados geográficos e espaciais da administração pública estadual. Oferecendo ainda, uma variedade de ferramentas e recursos para ajudar aos usuários a visualizar, analisar e interagir com os dados geoespaciais”, destacou. 

A Coordenadoria de Geociências desenvolveu a primeira versão da ferramenta em aproximadamente oito meses, sua implantação é um processo considerado rápido, dado a sua complexidade de realização. Todo o monitoramento realizado através do Geoportal, será demonstrado na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas – COP28, para que os investidores de outros países percebam a possibilidade na eficiência de redução de gases do efeito estufa, através de uma plataforma que fornece acesso às informações geográficas e serviços geográficos associados. Para que comunidade, pesquisadores e técnicos tenham acesso aos dados é possível acessá-lo através do link: https://geoportal.sedam.ro.gov.br/

Por Governo do Estado de Rondônia

Veja também

Geo e Legislação

Conheça o mapa mais antigo da Europa

O pesquisador do Institut National de Recherches Arquélogiques Préventives (Inrap, na França), Yvan Pailler, e o pós-doutorando Clément Nicolas acabam de anunciar que a laje descoberta em um túmulo na Bretanha (noroeste da França), em 1900, é, na verdade, um mapa, o mais antigo descoberto até hoje na Europa, datado

Não perca as notícias de geoinformação