Serviços geológicos chilenos investigam sumidouro no deserto de Atacama

Sumidouro
sumidouro em Atacama
Twitter

O enorme sumidouro que se abriu na cidade de Terra Amarilla, no deserto de Atacama, no Chile, é a imagem desta semana. O fenômeno, que está intrigando geólogos e engenheiros de mineração chilenos, surgiu espontaneamente no último sábado em um terreno concedido à empresa canadense Lundin Mining para exploração subterrânea de cobre e tem um formato circular quase perfeito com 32 metros de diâmetro e 64 metros de profundidade.

Especialistas em geomecânica da Subdireção Nacional de Mineração do Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Sernageomin) e da Direção Regional estão estudando o local para elaborar um laudo técnico. O Comitê de Operações de Emergência da Instituição foi acionado para coordenar as ações.

“Este evento não afetou pessoas, equipamentos ou instalações dentro e na superfície da mina. A empresa suspendeu as obras localizadas na vertical do sumidouro e cercou o perímetro para proteger a comunidade”, comentou David Montenegro, Diretor Nacional da Sernageomin.

Leia também:

Acompanhados por técnicos da mineradora, os geólogos percorreram a área em busca de fissuras e entraram na mina para constatar seu estado real. Pelo Twitter (abaixo), a Sernageomin exibiu um mapa 3D com a localização do sumidouro em relação às galerias subterrâneas da Mina Alcaparrosa.

Por sua vez, o Diretor Regional de Sernageomin no Atacama tem estado em constante coordenação com as autoridades locais, mantendo-as informadas de toda a situação.

Fonte: Sernageomin

Veja também

Entrevistas e Artigos

Alejandro Román: “Guaranisat-1 é 1º passo do Paraguai no espaço”

Em março deste ano, o Paraguai lançou seu primeiro satélite, o Guaranisat-1, com o objetivo de levar ao país os benefícios da indústria aeroespacial, como redução de risco de desastres, agricultura, gestão de terras, recursos naturais e clima. O Portal Geocracia falou com o diretor Geral de Execução e Desenvolvimento

Não perca as notícias de geoinformação