SGB disponibiliza Mapas Geológico e de Recursos Minerais do Tocantins

Com o objetivo de apresentar a distribuição e relações espaciais das formações geológicas presentes no estado do Tocantins e mostrar uma representação visual da história geológica e das características da área mapeada, o Serviço Geológico do Brasil (SGB) apresenta os Mapas Geológico e de Recursos Minerais da região.


No levantamento, disponível aqui, destacam-se o depósito polimetálico (cobre, chumbo e zinco) de Palmeirópolis; as jazidas de ouro da região sudeste do Tocantins, com várias minas em produção e outras em fase de consolidação para entrar em operação; as províncias gemológicas de São Valério da Natividade e Palmeirópolis-Jaú. Além disso, o estado de Tocantins apresenta grande potencial para depósitos de urânio, Elementos Terras Raras, grafita e níquel laterítico, minerais estratégicos fundamentais para a transição energética.

Gostou desta notícia? Clique aqui e receba na hora pelo WhatsApp

O mapa geológico é uma representação gráfica da geologia de determinada área e traz dados como as diferentes formações geológicas e localizações, entre os diferentes tipos de litologia. E também coloca o estado em evidência como o de maior diversidade de ambientes favoráveis à formação de jazimentos de insumos para a agroindústria no Brasil e se consolida como um fortíssimo produtor destes insumos.

No caso dos mapas de recursos minerais, a proposta é se concentrar na localização e distribuição dos recursos na região e identificar depósitos de minerais que são importantes para planejamento econômico, avaliação de investimentos e gestão sustentável.

Esses mapas são ferramentas fundamentais para diversos profissionais de áreas relacionadas, como cientistas, geólogos, planejadores urbanos e engenheiros.

A cartografia geológica foi gerada a partir de levantamentos de campo não sistemáticos, perfis geológicos e informações pontuais, embasada na interpretação de produtos aerogeofísicos e de sensoriamento remoto, como imagens de radar, satélite ou fotografias aéreas. Também foi feita uma integração das informações e dos demais dados disponíveis e adquiridos no projeto, tais como geocronologia, petrografia e geoquímica.

O estado do Tocantins é o principal fornecedor de corretivos e fertilizantes para o oeste da Bahia. Dentro da projeção de crescimento de área plantada e produção, até 2030, a região de Luís Eduardo Magalhães, na divisa com o estado do Tocantins, apresenta um crescimento da produção, com diminuição da área plantada, o que significa aumento de produtividade e inclui, seguramente, o uso de fertilizantes e corretivos.

Os Mapas Geológico e de Recursos Minerais do Estado do Tocantins faz parte da Ação Levantamentos Geológicos e Integração Geológica Regional, da Diretoria de Geologia e Recursos Minerais (DGM) do SGB, e consiste em um conjunto de projetos voltados para a investigação geológica, que utilizam uma abordagem multidisciplinar. Também contou com a colaboração de pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade de Brasília (UnB).

Por Gov.br

Veja também

Infra e Cidades

Atlas on-line de João Pessoa já tem 3 mil acessos/dia

O Atlas Filipeia, plataforma on-line desenvolvida pela Prefeitura de João Pessoa (PB) com diversas informações, imagens e mapas sobre a capital paraibana vem tendo uma média de 3 mil acessos por dia. Lançado em julho do ano passado e compatível com os sistemas operacionais Windows e IOS, o atlas é

Infra e Cidades

IBGE divulga relação da população dos municípios

O IBGE publicou no Diário Oficial da União desta quinta-feira (31), a relação das populações dos municípios do país, segundo o Censo 2022, com atualizações dos seus limites territoriais. Veja, aqui. Essa publicação obedece ao art. 102 da Lei n° 8.443/92 e substitui as Estimativas da População 2023.  A relação

Não perca as notícias de geoinformação